terça-feira, 1 de novembro de 2016

Os que foram e reencontraram o amor e a sabedoria conquistadas ao longo das encarnações, são anjos. Os que não reencontraram ainda, irão reencontrar. Tudo a seu tempo.






Aqueles que foram apenas mudaram de estrutura, deixando o corpo físico que  vestiu quando aqui chegaram. E as vestes físicas serviram para uma evolução necessária dentro de um tempo e de um    espaço físico.
Mas um dia tiveram que voltar para casa. Ser novamente a pureza na essência que é o espirito, ser o que é, com vestimentas sutis, transparentes invisíveis, que é o períspirito. Transparentes, invisíveis para os olhos físico, mas também no verdadeiro sentido da palavra. Transparente porque é livre de máscaras que o corpo físico pode adornar.
Voltaram para a realidade. Para aquilo que são. Para a leveza de um lugar onde todos um dia irão retornar. Local de reencontros infinitos.
Reencontro com todos os nobres sentimentos, sabedorias e habilidades conquistadas ao longo de inúmeras reencarnações. Reencontros com amores, afetos e desafetos cultivados no pretérito.
 O torpor da matéria proporciona a cegueira de apropriar-se das habilidades e reconhecer os afetos e desafetos.
Os que foram continuam vivos, muito mais que os encarnados, pois têm a lucides de verdades que os “vivos” desconhecem. São leves e intensos, são puros e transparentes. O amor é a essência de todos os humanos, os que foram e reencontraram o amor e a sabedoria conquistadas ao longo das encarnações, são anjos. Os que não reencontraram  ainda, irão reencontrar. Tudo a seu tempo.
Elevemos os nossos pensamentos a Deus para aqueles que foram, e desejar infinitamente que o os nossos mais puros sentimentos de amor possam entrelaçar as suas almas queridas, E que todos os nossos queridos que lá estão, possam reencontrar as suas asas.
E nós outros aqui na terra,  aprendemos a cultivar os mais nobres sentimentos enquanto aqui estamos , que o retorno   tenha as asas do amor e da sabedoria   que aqui cultivamos durante os nossos dias, nesta terra bendita.
Portal da Luz, 1 de novembro de 2016

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pequenos filhos do nosso coração, cuidamos de vocês com amor, com desprendimento, com carinho. Daqui todos os dias assistimos suas dificuldades, sua busca de algo que nem vocês sabem o que é.

    PEQUENOS DO CORAÇÃO Vocês talvez não compreendam assim mas nós, trabalhadores deste lado, os vemos a todos como filhos - P...