terça-feira, 21 de abril de 2015

dança da vida.





Tudo passa tudo corre tudo avança.   A  tristeza um dia acaba  e as alegrias também passam .

 O sol nasce a cada manhã e nenhum dia, nenhuma hora, ou nenhum segundo será o mesmo do ontem que se foi, ou será igual o amanhã que virá.  Observe o sol, a água o vento. Tudo é movimento, tudo passa, tudo muda. É a bondade infinita do criador movimentando toda a orbe terrestre  em sincronia com o  amor  impulsionando todos rumo á  evolução. E  neste movimento sublime,  o Pai maior , nos proporciona os júbilos da dança da vida.

Portal da luz 21 de abril de 2015

Oração

Oração


Jesus Querido! 
Zele  por nossos  irmão  que povoam  este planeta terra, que sofrem na solidão dos vícios e dos apegos da matéria. Consola a mãe que chora e lamenta os infortúnios  da perda do filho amado.
Coragem  para o irmão em tristeza profunda , para que possa  suportar a partida do ente querido que seguiu viagem ,   rumo a outra dimensão . 
Que almas queridas  lhe ofereçam a  compreensão da eternidade.
Que a Fé em sua presença  e o  seu amor bendito possam permanecer nos corações  de todos aqueles que vivem  as  tantas  tribulações que a terra oferece. Paciência e resignação para todos que passam por provas  difíceis e  expiações dolorosas.   
Que sua imensa  bondade conforte  a todos que buscam o reparo e o aprimoramento de seu  espírito eterno,  entendendo  sempre que a prece é poderoso  remédio e o laço da aproximação com as  luzes infinitas do seu amor que acolhe .
 Nestes instantes de elevo  e candura que os nossos pensamentos  entrelacem  em uma  grandiosa luz para abraçar toda a Terra querida e  toda a criação bendita  . Sê conosco amado Cristo agora e todo sempre.


Portal da Luz, 21 de abril de 2015

Pequenos filhos do nosso coração, cuidamos de vocês com amor, com desprendimento, com carinho. Daqui todos os dias assistimos suas dificuldades, sua busca de algo que nem vocês sabem o que é.

    PEQUENOS DO CORAÇÃO Vocês talvez não compreendam assim mas nós, trabalhadores deste lado, os vemos a todos como filhos - P...