quarta-feira, 19 de julho de 2017

Pequenos filhos do nosso coração, cuidamos de vocês com amor, com desprendimento, com carinho. Daqui todos os dias assistimos suas dificuldades, sua busca de algo que nem vocês sabem o que é.

 
 
PEQUENOS DO CORAÇÃO

Vocês talvez não compreendam assim mas nós, trabalhadores deste lado, os vemos a todos como filhos -
Pequenos filhos do nosso coração, cuidamos de vocês com amor, com desprendimento, com carinho.
Daqui todos os dias assistimos suas dificuldades, sua busca de algo que nem vocês sabem o que é.
Meus queridos, vocês querem a felicidade que, todos sabem, não é desta vida.
Mas está tão próxima de vocês, aguardando pelo final do ciclo de cada um. Neste trabalho bendito de caridade que aqui vocês desenvolvem, a cada dia mais direitos vocês conseguem à felicidade do lado de cá – A felicidade perfeita que aqui existe porque não é demais, a ponto de afastá-los de seus outros irmãos ou do trabalho abençoado da caridade ao próximo – E também esta felicidade que aqui irão encontrar será suficiente para que se sintam abençoados, iluminados em seu interior, satisfeitos pela percepção real do que é ser filho de Nosso Pai.
Assim, pequenos irmãos, queridas crianças espirituais, peço ao Pai que eu consiga nesta mensagem, lhes passar que a cada um há um lugar reservado nesta paz que envolve este lado da vida -
Mas este lugar meus queridos se constrói a cada dia que vocês praticam o seu trabalho ao lado de seus irmãos encarnados e desencarnados – E da mesma forma se desconstrói quando o desânimo, o cansaço e a descrença no Pai cresce dentro de vocês.
Os frágeis laços entre vocês e o Pai se mostram nestes momentos e o que os sustentam são os firmes, luminosos e eternos laços do Pai para vocês à felicidade e ao amor que aqui existe e qui os espera -
Que não haja portanto, impaciência para chegar até aqui – Só Nosso Pai sabe se temos já construído laços e elos suficientes para seguir em frente na vida espiritual ou retornar às dificuldades compulsórias da vida material da reencarnação quase compulsória -
O progresso queridos, o progresso real que nos leva direto ao caminho da evolução espiritual tem que ser contínuo – Tem que ser vivido com toda a nossa coragem, com todo o nosso amor.
Trabalhem ajudando o próximo sempre – Estes são os tijolos de sua construção – Com eles vocês pavimentarão uma evolução real.
Nada mais importa porque tudo o que vocês desejam, se lhes for trazer felicidade, bem-estar, crescimento espiritual, chegará até vocês na Lei natural de atração – Do bem que atrai o bem, da felicidade que atrai a felicidade, do amor que atrai o amor.
Vivam estes anos aqui queridos com cuidado – Cada dia que começa é uma luta que começa e o fim do dia pede para que vocês cuidem de ter praticado a caridade daquele dia.

Meus amados, somos centelhas divinas, parte de um Universo em eterna mudança e evolução, teria alguém entre vós que deseja a estagnação? Creio que não, seria por demais penoso.


Nada separa aquilo que Deus uniu”, essas sábias palavras ditas nas Sagradas Escrituras é a mais profunda base para todos os relacionamentos. Partindo do princípio que o acaso não existe, ninguém atravessa nossa estrada sem algum motivo. Almas errantes se encontram com o propósito único da Criação, a evolução.
Vejam; se só os iguais se unissem qual seria o caminho trilhado? O mesmo e provavelmente em círculos, acomodados nas mesmices de ideias, tal similaridade fatalmente levaria a estagnação; já perceberam o quanto se evolui nas dificuldades?
Somente nesses momentos conseguiremos refletir, sem máscaras, sobre quem de fato somos e o que estamos fazendo para sair do caus ou tempestades da vida.
Meus amados, somos centelhas divinas, parte de um Universo em eterna mudança e evolução, teria alguém entre vós que deseja a estagnação? Creio que não, seria por demais penoso.
Assim sendo, por que a fraqueza ou falta de fé na justiça do Pai, ante as dificuldades?
Bendizei aquele parceiro que lhe faz chegar aos limites da paciência, abrace com o mais profundo amor aquele que veio para fazer você exercitar seu perdão todos os dias, não sete vezes, mas setenta vezes sete vezes, esse exercício que momentaneamente vocês vêem como peso ou penitência é a alavanca que precisam para atingir sua meta evolutiva.
Abrace também e beije com todo amor aquele filho rebelde ou arredio, sua redenção nesse Plano depende de você e somente você poderá fazer.
Tem desafetos no ambiente de trabalho? Sofre perseguição? Por que deseja ser aceito em todos os lugares? Há em ti essa necessidade? Dispam-se disso, desapeguem-se da necessidade de aceitação, o orgulho usa de diversas máscaras para os tornar cativos de conceitos banais. Nem nosso Mestre Maior, que desprendido de vaidades e ilusões foi imune a rejeição, nos espelharmos Nele é legado de todos.
Estaremos sempre unidos pelos elos imutáveis e inquebrantáveis do amor, e esse tudo suporta, tudo aceita, tudo perdoa.
Fiquem na paz e luz do Mestre Jesus e Maria Santíssima.

Abadia

Os humanos se tornaram mortos-vivos à medida que entorpeceram as suas respectivas consciências, vivendo voltados unicamente para o externo com buscas hedonistas, movidos pelo individualismo, narcisismo e pelo egoísmo.



Letargia é a palavra que reflete a atualidade da humanidade. Os humanos se tornaram mortos-vivos à medida que entorpeceram as suas respectivas consciências, vivendo voltados unicamente para o externo com buscas hedonistas, movidos pelo individualismo, narcisismo e pelo egoísmo.
O automatismo faz a humanidade negar a sua característica peculiar que é o seu pensamento, pelo qual capta a mente divina e pela intuição consegue se auto-encontrar, despertar o seu espírito imortal do sono profundo, que o faz viver apenas pelos seus recursos fisiológicos, que é uma parte importante, mas não é tudo.
Vocês encontrarão vários relatos de Paulo apóstolo conclamando que as pessoas das várias comunidades acordaram do sono profundo.
Pedro, a pedra angular negou o Cristo quando dormia, mas quando desperto serviu a Ele até o fim.
O próprio Cristo pediu para que Lázaro acordasse, mas como ele não estava morto, apenas catalíptico (corpo físico), ele já estava desperto e por isso ouviu Jesus e saiu do túmulo.
Vejam que assim como no passado, faz-se necessário o despertamento do Espírito imortal, pois nesta casca, a nossa consciência que é apenas 5% de nosso psiquismo se ampliará abarcando os conteúdos profundos de vossos respectivos inconscientes e a partir de muitos esforços, vontade firme e trabalho no amor, gradativamente todo o conteúdo inconsciente desta vida e de vidas passadas se tornarão conscientes e não mais haverá consciente e inconsciente, mas um super-consciente, uma consciência começa com o Espírito imortal plenificado e zerando a necessidade das rodas reencarnatórias. Qual o caminho para o despertamento? Jesus, eis o Guia e Modelo, por ter sido o único ser plenificado que já passou por este orbe terrestre. É preciso buscar o Eu profundo e para isso é preciso canalizar energias por meio da prece, da meditação, da caridade, desfocar do eu externo (busca egoica).
O caminho se faz caminhando e as descobertas e as evoluções são individuais, por mais que isso vos desobriga da convivência social.
Bom caminho a todos/as.

Ambrósio

-MENSAGEM PSICOGRAFADA NA UE ALLAN KARDEC EM - 15-07-2017




Como numa ampulheta, o tempo escorre lentamente, rapidamente às vezes – No entanto, se hoje parássemos este tempo a fim de analisar como o temos usado, como o estamos vivendo. Qual seria a nossa resposta?

O TEMPO DE VIDA DE CADA UM


Quando nascemos começamos a morrer – Este é um ditado certo – Claro que não morremos, mas começamos a gastar nosso tempo de vida neste Planeta.
Como numa ampulheta, o tempo escorre lentamente, rapidamente às vezes – No entanto, se hoje parássemos este tempo a fim de analisar como o temos usado, como o estamos vivendo. Qual seria a nossa resposta?
Olhe para si, seja sincero, como você está vivendo? Foi difícil para os espíritos amigos conseguirem encaixar sua reencarnação neste Planeta, foram feitas promessas, acordos, outros espíritos foram consultados para recebê-lo, cuidá-lo, educá-lo -
Todo um sistema foi iniciado para que sua vida acontecesse, para que você viesse fazer acertos, consertos, recomeços.
Neste tempo certo que o Pai lhe deu, 60, 80, 90 anos, muitas vezes bem menos, é preciso muito trabalho para fazer acontecer sua reforma íntima, o que irá prepará-lo para entrar no verdadeiro caminho de redenção que é auxiliar ao seu próximo -
Antes de estar pronto para esta missão maravilhosa você vai precisar vencer a preguiça, o orgulho, o egoísmo, a presunção -
Atingir a humildade, Sentimento maravilhoso que nos permite aproximar dos  nossos irmãos para entendê-lo, é uma tarefa gigante.
Tudo passa pela Reforma íntima – Compreender a impaciência, a irritação de nossos irmãos que plantam em seus lares infelicidade, que deixam de educar e amar os doces seres que lhes foram dados pelo Pai para seus cuidados.
Então no curto tempo que nos foi dado temos que aprender a amar o nosso próximo – cuidar dele cuidadosamente, entendê-lo com tolerância, carinho e para isso temos que ser capazes de vencer nossos limites -
E ao invés de lamentar o curto tempo que nos é dado, agradeça ao Pai que não vos mantém preso à matéria por muito tempo.
Esta vida tem de ser bem utilizada – A eternidade é maravilhosa para consegue se desprender e se desapegar de si e dos outros irmãos.
Mas é uma dura realidade pra todos que não conseguiram começar sua Reforma íntima – Seu crescimento espiritual.
A vocês irmãos queridos um abraço fraterno, coragem para lutar contra si mesmo e se virar para o próximo.
Que Deus nos abençoe!

Um Amigo

quinta-feira, 13 de julho de 2017

Não há erro, somente aprendizado, não há sofrimento, não há culpa, e que podemos optar por caminhos amorosos, e quando fazemos isso não transformamos só a nós, mas transformamos a vibração no planeta.


 
somos responsáveis por tudo o que criamos, cultivamos, cativamos.
Criamos a todo instante vórtices de energia  ao nosso redor, ao longo do dia.
 
 

Todos somos norteados por energias de luz.



Portanto somos responsáveis por tudo o que criamos, cultivamos, cativamos.



Criamos a todo instante vórtices de energia  ao nosso redor, ao longo do dia.



Energias amorosas, energias as vezes de medo, impaciência, desespero. E ao focarmos nelas alimentamos esses vórtices  com a energia que decidimos permanecer naquele dia.



As vezes canalizamos amor, e então aquela sensação de bem estar toma conta dos nossos pensamentos, palavras, atos. E nesse momento estamos sintonizados com o “Eu Superior”,  com o “tudo o que é”, com o “Eu Sou Deus em ação”.



E quando essa sincronia toma conta do nosso ser, temos certeza que tudo está certo. Que não há erro, somente aprendizado, não há sofrimento, não há culpa,  e que podemos optar por caminhos amorosos, e quando fazemos isso não transformamos só a nós, mas transformamos a vibração no planeta. 

E assim é.

 

MENSAGEM PSICOGRAFADA NA U.E. ALLAN KARDEC 14 e 19-04-2017

 
 

Querida mãe Terra! nos perdoe por te ferir ao longo de nossas jornadas e receba o nosso amor em forma de gratidão eternamente, por nos proporcionar em seus braços e a oportunidade da evolução espiritual.

  Amado planeta, amada morada, nós te amamos infinitamente, nos perdoe por te ferir ao longo de nossas jornadas e receba o nosso amor em forma de gratidão





Neste momento único de amor que agora se faz, temos como sentir, o que fomos o homem velho que se despiu de suas mazelas, para dar início ao longo e novo processo de criação interior





 
 
 
Nas dimensões de existências exteriores venho mencionar a importância do conhecimento refletido nas ações de inteligências superiores aguido sobre nós. Nesta harmonia silenciosa que agora se apresenta se faz necessário o aprendiz do seu próprio Eu agora internalizados agora para a compreensão dos ensinamentos mencionados no âmago do ser que se coloca como aprendiz do bem. Ora se faz presente no íntimo das imensidões de quem apreende pode nesse momento colocar-se diante de si mesmo e direcionar o amor como forma e conduta sustentável para o progresso moral que agora habita e revive as palavras do Mestre Jesus que veio por tanto amar nos orientar as vidas vindouras nesse vai e vem do ser multidimensional que agora somos. Nessas circunstâncias que agora habitamos podemos sentir o amor que jorra das mais altas esferas de luz a nos abraçar.
Neste momento único de amor que agora se faz, temos como sentir, o que fomos o homem velho que se despiu de suas mazelas, para dar início ao longo e novo processo de criação interior já mencionada nas passagens de Jesus que direcionou a Seu amor a cada filho seu a contento de buscas e soluções para os conflitos interiores de cada um, sem que se perca o amor. A mais bela conduta ouvidora que tem os pela nossa caminhada a fim de se chegar na luz do alvorecer crístico. E nessas lutas cotidianas vamos elaborando algo que achamos indissolúveis, mas creiam será também passageiro como o vento que toca em seu rosto que por vezes se torna entristecidos, sem olvidar as amarguras que por hora passas. Mas a alegria e o contentamento não está nas coisas que aparentas, mas naquela que se intensificou e internalizou em dimensões superiores do seu Eu, essa que não passa, não se amorna, mas permanece e intensifica a maneira como tomas a conduta de usas vivências diárias. Nesses conflitos e que vamos nos conhecendo e tomando ciência do tamanho do amor do Mestre por nós, que com o passar do tempo vamos conquistando esse amor por nós e pelo outro e seguindo nesse raciocínio de amar e que nos transforma e gera em nós o bem estar íntimo e solitário ambos na conquista do indivíduo que ama, e que de agora em diante sente a necessidade da busca, não mais sofrida arreigada a dor, mas ao contentamento do filho desperto nos ensinamentos de Jesus que por agora aprendeu a se modificar como vento que sopra em várias direções. Aprendeu a direcionar-se para o bem, o belo eterno aprendiz do amor, que por tanto amor perdoou-se e está pronto para novas jornadas terrestre. Fica no coração de cada um de vós os mais puro amor desse irmão que tanto vos ama.

Charles

Pequenos filhos do nosso coração, cuidamos de vocês com amor, com desprendimento, com carinho. Daqui todos os dias assistimos suas dificuldades, sua busca de algo que nem vocês sabem o que é.

    PEQUENOS DO CORAÇÃO Vocês talvez não compreendam assim mas nós, trabalhadores deste lado, os vemos a todos como filhos - P...